sexta-feira, 13 de maio de 2005

Assim é este dia...

Repleto de fé por todo o país. O dia de Nossa Senhora de Fátima. Peregrinos desfazem-se em promessas, em pedidos e em exageros. Desculpem, mas a fé às vezes é muito exagerada. Tenho fé e acredito em Deus e isso irei transmitir à Inês com toda a força. É muito importante termos fé, para avançarmos e não nos deixarmos cair no primeiro contra-tempo. Acreditem, a minha fé, por muitas coisas já me faz levantar sempre que cai… Bom, mas hoje e por ser o 13 de Maio não resisto em contar como uma criança, aliás duas, perderam a fé na Nossa Senhora!!! Deviam ter mais ou menos 7 ou 8 anos e uma professora que detestavam. Era má e, como se ainda não chegasse, vivia na casa deles. Eram outros tempos em que nas aldeias as professoras primárias se hospedavam em casas particulares. Bom, as férias grandes chegaram, as brincadeiras e a ida da professora para a terra dela. No fim das férias, a família rumou até Fátima para cumprir uma promessa. Os dois meninos com toda a fé e convicção, pediram uma única coisa à Nossa Senhora. De joelhos e carregadinhos e fé pediram para que quando chegassem a casa a professora não estivesse e não voltasse mais. Pediram, pediram e pediram. Regressaram a casa e quando entram na cozinha a primeira pessoa que vêem é a professora. A fé em Nossa Senhora caiu e aqueles dois meninos só muito mais tarde, é que voltaram a ter fé, porque a vida mostrou-lhes que a fé é necessária. Estes dois meninos eram o meu Pai e o meu Tio.
Beijos grandes para eles, lá no céu onde estão, e se calhar com Nossa Senhora a mimá-los…

3 comentários:

Catia + Sofia disse...

Lindo..

Gostei imenso da história...

E no final fikei até de lágrima a tremer no canto do olho!!

Beijo grande para as duas ninas!!!

ana disse...

:-(
Jinhos

Susana Vasconcelos disse...

Oi às duas!
Gostei muito da história... de certeza que estão os dois a ser muito mimados!
E as meninas? Como estão? A caminha já chegou?
E as meias? Estão a resultar? Eu uso desde o 3º mês, por uma questão de prevenção. Acho ajudou bastante, porque no trabalho passava todo o dia sentada.
Beijinhos grandes para as duas,
Susana+Mateus